Blogger Template by Blogcrowds.

Sem programações

A terra gira, o dia amanhece, a chuva cai, o sol radia...
Mais ou menos assim. Tenho me mantido extremanente ocupada, isso justifica pelo menos em parte minha ausência. Estou ausente do mundo virtual, entretanto, o real está em andamento. Nos últimos tempos tive conversas importantes, com pessoas muito mais experientes que eu em relação a vida, e, descobrir o quanto estas pessoas me admiram por quem sou, pelo que vivi e por minha superação constante me fizeram mais forte. Algumas auseências foram preenchidas. Não exatamente como gostaria que fossem, mas sentir os espaços preenchidos têm me feito muito bem. Passei a acreditar em minha boa sorte. Como assim????? Boa sorte???? É, parece loucura, mas, esta semana validei o poder do meu pesnamento. Coisa que antigamente não continha muita força. Por muitas vezes desacreditei que merecesse certas regalias dadas pela Dona Vida, assim, simplesmente de mãos beijadas. Mas, porque não? Tive provas de que se eu quero, consigo. Aparentemente, antagônico a meu jeito de ser, só que, me dei conta de que este “ser” está em constante transformação.
Este mês, minha boneca completaria 07 meses de vida...considerando a transformação são 15 meses de uma nova pessoa. Esta, que, se descobre a cada dia, uma mulher que ama sua filha mais do que qualquer outra pessoa no mundo, que é capaz de evoluir por si e por ela. Tenho pensado demasiadamente pelo que passei, minha postura perante minha perda, perante o mundo, perante a si mesma, perante a vida...e perante aos demais, porque não?
No natal passado pensei “este é meu último natal sozinha”. Neste natal, meu pensamento é “obrigada, vida, por tudo”. Posso parecer louca, nunca neguei que fosse, mas, essas minhas análises sobre os fatos me fizeram crer que apesar da ausência do maior amor da minha vida, tenho uma imensa boa sorte. A Valentina é o meu maior presente. A pessoa que me tornei por ela, pelo amor a ela é o presente da vida para mim. Sou mais humana. Sou mais humilde. Sou mais mulher, mais madura, mais corajosa, mais forte...mais dura. As vezes, tenho medo de endurecer, mas se isso acontecer, espero não perder minha ternura. Portanto, agradeço. Agora entendo que sou responsável somente por mim e entender esta situação me tirou um enorme peso dos ombros. Neste meu balanço, me senti saudosa em relação a pessoas muito importantes na minha vida:
- meu amigo irmão (moreee...)
- minha amiga irmã (seu buquê só podia mesmo cair na minha mão!!)
- meu primeiro amor de verdade (de quem me orgulho demais)
- minhas amigas de infância (são a minha casa).

Outras, que não mais fazem parte do meu presente, posso dizer que se não estão aqui foio porque decidiram partir. Mas se um dia voltarem, não me encontrarão.
E, algumas outras, tenho afastado meu presente, gosto delas, mas percebi vidas imcompatíveis.
As novas, sejam bem vindas.
À quem dei espaço, foi porque eu quis.
Se me calei, foi porque não tive palavras para palavras tão lindas, em outros casos tão estúpidas.
Se falei foi porque tive vontade. Se tiveram medo é porque não servem para mim. A meu lado, só têm espaço para corajosos. Se tiveram corajem, tenho certeza que não se arrependeram.

8 comentários:

Falar o que, . . . Admiro-te desde muuuuito tempo !!!!!

Sabemos mesmo de longe o que sentimos . . .

EU TENHO CORAGEM !!!!!!

Ontem, hoje e pra sempre !!!!

18/12/2008 00:15  

Zé,
totalmente recíproco, sabes disso (olha o que 2 dias no Sul fizera comigo!).

Tem tanta que faz parte da minha vida há mais de 15 anos.

bjo

18/12/2008 00:49  

Oi Flor,
Também estou meio ausente.
Vai passar o ano novo, onde, já sabe?
Nem te li... a noite volto!
Beijos

18/12/2008 17:29  

Belo texto pra encerrar o ano!
Achei liiiindo! Principalmente o final!
Mas espero que não seja o ultimo do ano, em?
Um beijo!

18/12/2008 23:54  

Sabia apenas que era um pequenino naquela longa noite
No celeste um luminoso sorriso me chamava
Lançou-me aos olhos raios de deslumbrante luz
Era a minha prenda, uma brilhante…Estrela Alva…


Um Mágico Natal para ti querida amiga que ao longo deste ano me visitaste. Que a Estrela Alva te ilumine neste Natal.



Mágico beijo

21/12/2008 10:02  

belo retrato...
tua pequena é taurina, como as minhas? :-)
de qual dia?

22/12/2008 16:16  

Elga,
já te liguei né coração, bem provável que role nosso ano anovo juntas!

Line,
Obrigada! tem sido difícil tempo para escrever, e as vezes as emoções simplesmente "passam" sabe...não será o último, espero!

Tatá,
não sabia que as pimentas tb são taurinas!!!
A Lelê é do dia 28 e eu sou do dia 24! olha que presentão! rsss
que dia são as suas?

bjs

22/12/2008 16:31  

Que lindo... querida, que seu Natal seja de paz. De coração. Beijos, Fê.

23/12/2008 10:53  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial