Blogger Template by Blogcrowds.

my sterons



uma das coisas que me encantava em você era o fato de acreditar no meu instinto. isso nenhum dos que vieram após você me davam tanto apoio. seguindo meus instintos fomos longe. fui instigada pela nostalgia quando dia desses sonhei com você e fiz uma volta ao tempo de treze anos.lembrei de nossas semelhanças e diferenças. de quanto tomamos sorvete em uma madrugada em que nevava. corremos e rolamos na neve como crianças. era como se nada mais existisse além de nós. de quando descobrimos que a neve não derrete no fogo. nossas madrugadas jogando playstaion. nossas noites em seu quarto ilumidado a luz negra. olhando a lua através da janela. me lembro de você me ensinando a virar as músicas no mesmo compasso e fazer scratches. me lembro de nossa primeira música "lulaby". me lembro também de nossas brigas. de como eu chorava por você. sentia um medo absurdo de não te ter na minha vida. me lembro de vocie chorando quando te magoei pela primeira vez. me lembro de quando você era o "deus" do meu namoro com meu ex, que no caso, era seu amigo. me lembro do dia em que nos conhecemos. era o dia da minha formatura de 8a série e você junto com o meu ex, eram os djs da festa. depois que esta acabou foram todos dormir no meu apartamento, lá no centro. me lembro como foi que ficamos. me lembro da sua frase "prefiro te ver feliz com ele do que infeliz comigo". e nem fazia idéia que era recíproco. me lembro da sua boca de coração. me lembro exatamente da cor dos seus olhos. e do seu sorriso ainda tímido na época em que tinha vergonha de seus dentes. coisa de gene. me lembro da nossa primeira vez. do dia em que você partiu, e eu fiquei com o coração em pedaços. do medo que eu tinha de você deixar de me amar. da emoçnao que eu sentia quado ouvia sua voz ao telefone. de como você nunca falhava na data de me telefonar. das cartas que eu lhe escrevia diariamente e enviava as sextas. de como você de afastou. e de como de repente, me pediu em casamento e voltou para me buscar. da minha coragem ao enfrentar todos para ir com você. me achavam nova. tola, iludida. maluca, talvez. da sua primeira tatuagem dada de presente por mim. de como você me fazia ter coragem para tudo, não temer a nada, me sentir completa, simplesmente por ter você. do dia do nosso casamento. de como eu detestava ter sua mãe disputando sua atenção comigo. do dia em que partimos, no aeroporto me sentia a mulher mais feliz do mundo, se é que com 17 anos eu era uma mulher. aquele dia minha mãe me viu fumando pela primeira vez. ela, não estava falando comigo direito. era contra minha decisão. coisas de mãe. seria minha primeira viagem de avião. longa, bem longa. mas eu não olhava para trás, tinha você a meu lado e era tudo que eu queria naquele momento. de como enfrentei um forn de 60o graus só para passar o dia perto de ti. você, com muito esforço tentava me segurar nestas decisões mas sempre fui teimosa. nem você me segurava. nem a língua desconhecida que virou fluente. você me preenchia de todas as formas. era minha alma gêmea. juntos descobrimos um mundo novo. descobrimos novos mundos em nós. éramos uma boa dupla. nos completávamos, até nas brigas. com vocie aprendi a nnao chorar e isso me custou reaprender depois. aprendi um amor absolto, sem interesses. amor dado de corpo e alma. nnao melhor que os que vieram depois de você, mas diferente. talvez seja o amor adolescente desmedido. nnao importa, foi divertido. e ao contrario do que acontece com a maioria dos amores que se separam mesmo ainda existindo não nos tornamos diferentes, incompatíveis.nos tornamos iguais. mas esteavamos agora com outras aspirações, totalmente fora de sintonia. aceitar não ter vocie na minha vida demorou mas eu precisei tomar esta decisnao pelo que eu queria para minha vida. mas não, sem antes te incentivar na profissão que vocie tem hoje. a sua paixão começou através da minha. te incentivei dando-lhe de presente a primeira máquina. fui sua primeira "cobaia". tive prazer em ser parte desta sua história, que sei que não conta por aí. mas para mim tudo bem, já que aquele dia no metrô você admitiu que foi por mim que começou a tatuar. nós dois sabemos e isso é o que me importa. mesmo separados estávamos em sintonia. era engraçado te encontrar no metrô e nos darmos conselhos sobre nossos relacionamentos daquela época. eu sempre tive carinho por você. nunca brigamos em nossa separação, tínhamos respeito e amizade pelo outro. te quero muito bem. você é importante na minha história. sabe, não sinto saudades de vocie, mas sinto saudades de quem eu era naquela época. alguma parte de mim que existia lá não existe mais aqui. e as vezes, me faz falta.
hoje, dei um google em seu nome e achei seu myspace. estou orgulhosa de seu trabalho. você estea casadao e muito feliz. com certeza merece tudo isso. estou ouvindo seu playlist, incluvise o título é o nome de uma música que está lá, mas o que mais me fez sentir vontade de ter notícias suas foi a primeira música do playlist ser parte da nossa história. inclusive tem varias músicas que descobrimos juntos. muito legal saber que em você fiz parte como fez de mim. não é esta que estea aqui, ela vai continuar em sigilo. espero uma dia fazer outra tattoo com você, fui aprimeira e adoraria ter uma de seu avanço.

5 comentários:

O que me fez parar aqui e te ler a primeira vez, foi a semelhança da vida que estavámos vivendo,como era igual á minha.
Hoje é o contrário!O que me faz voltar aqui são nossas diferenças, voce me parece 1 gata,com sete vidas, ou mais...Tantas histórias em tão pouco tempo,e eu, sempre tive 1 vida linear,1 história só.
Interessante como universos tão contrários um dia se viram na mesma situação.
Não importa como se vive,o que fazemos, somos todos a mesma coisa.Sempre

23/11/2008 01:46  

Então. . .

Lendo, tbm voltei ao tempo onde a saudade da amiga que como hoje, morava longe, a minha parceira, a guerreira (ainda adolescente) que fazia e acontecia e que tinha e ainda tem minha total admiração. Lembrei das cartas que nesta época íam recheadas de saudades de minha parceirona. Lembrei de nossas gargalhadas no colégio vendo as outras pessoas, por que, para nós, somente nós éramos os certos. . . Enfim, história de vida igual a sua? Não há, na realidade, não existem duas histórias iguais, mas, sua história de vida é diferente, é mágica. . . Ká, creio que não há necessidade de lhe dizer que mesmo longe, mesmo sem te ver muitos anos, mesmo sem nos falar, saibas que energia é assim, ela é hermanada do coração e não encontra barreiras. Estarás sempre recebendo meus pensamentos positivos e aqui de longe estarei sempre torcendo por você, guerreira. . . Seja aqui ou em outra vida, terás sempre um Zé para cuidar de ti, nem que seja em pensamento, ok?

Vamo que Vamo, 2009 vem aí e vamos detonar!!!

23/11/2008 13:23  

linda história.
é bom demais quando carregamos conosco boas lembranças, bons sentimentos.
bjo!

25/11/2008 10:55  

Tirando os momentos de ócio, a idas ao banheiro, as esperas... daria um livro.
A vida de cada um de nós daria um livro com várias sequências...

25/11/2008 12:49  

Que post! Tanta coisa me tocou. Tanta coisa é exatamente o que eu sinto. Tanta coisa boa, tanto aperto no peito.
Rompimentos nunca são fáceis.
E esse post me deu mais vontade de conhecer vc, Flor...
Saudades cibernéticas!
Ah, vou participar do amigo oculto!
Beijos

28/11/2008 14:06  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial