Blogger Template by Blogcrowds.

nossos traços...

meu amor,
no primeiro instante que lhe vi pensei: "que pessoa mais linda do mundo!". mas não reconheci ali traços meus.
em nosso primeiro momento a sós, olhando-a em um sono doce pensei: "você é igual ao seu pai! mas com a minha delicadeza. mas a mão é idientica a minha, assim como os cabelos??!!". quando nossos olhos encontraram-se pela primeira vez pensei: "é muito mais parecida na força comigo do que nos traços...". com o passar do tempo via seu narizinho afinando, coisa que eu gostaria que fosse meu. com o passar do tempo também ficou mais linda. mais corajosa. parecida com a mãe. e com o passar do tempo parecia ainda com seu pai. mas com mais delizadeza. talvez ver em você muito dele me fez ter mais paciência. me fez engolir mais sapos. era muito amor por você. tudo valia a pena. em muitos momentos pensei: "você é danada, personalidade da mãe, cara do pai. vai se dar muito bem!".
e continuei te achando cada dia mais maravilhosamente linda.
hoje, troquei a foto do perfil. foi tirada sem querer.
agora, observando bem meu amor, sim, você tinha traços lindos, meus.

5 comentários:

Acho que uma das coisas mais maravilhosas na maternidade é a gente se ver nas crias...tua menina era muito linda, dá pra ver como vcs duas são parecidas. E com essa foto nova, se percebem ainda mais as semelhanças. Meus Parabéns à vc!Pela filha linda, pela boa mãe que descobri que vc foi e principalmente pela mãe maravilhosa que vc é. Estou certa de que tens muito orgulho da tua filhinha. Fique certa vc de que ela tem muito mais orgulho da mãezinha que tem.
Sandra.

11/11/2008 08:59  

você estava em cada pedacinho dela, querida. ainda está. assim como ela, em cada pedacinho teu.
bjo

11/11/2008 09:52  

Oi Florzinha!
Tudo bem por aí?
Essa foto mostra bem o nariz que vc quase não tem de tão fininho. Lindo! rs...
Beijos!

11/11/2008 16:28  

Sandra,
Obrigada por sua visita! Realmente essa é uma coisa deliciosa da maternidade. Na verdade desde adolescente era uma vontade que eu tinha, saber como seria um fiho(a) meu. Apesar de todas as enfermeiras (tias), as médicas dizerem que a lele parecia com o pai, ainda vejo muito de mim nela! E independente disso, realmente ela foi uma pessoinha lindíssima, uma boneca mesmo! Me emocionei com suas palavras, é isso mesmo que vc disse, temos orgulho uma da outra. Se ela cresceu por mim, eu cresci com ela.
Volte sempre viu?

Tata,
é verdade!

Coração,
sempre me perguntam mesmo se fiz plastica! hahahaah...mas ganhei ele de herança!
Lindas são vc e melzinha!

bjs

11/11/2008 21:51  

Cara e fucinho. =]

13/11/2008 15:27  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial