Blogger Template by Blogcrowds.

Caleidoscópio


semana passada ela reparou nos cacos da obra, ainda ali jogados sem destino. "saco, ainda não sei o que fazer com isso!". como é difícil dar desinto à certas coisas na vida. olhou. suspirou. sentiu uma certa nostalgia. "chega, hora de dar um rumo à isso também". abriu o embrulho e lembrou de como a obra fora linda outrora. uma lágrima escorreu de cada um de seus grandes olhos. "tudo bem, o que importa é a lembrança". fechou o embrulho com certo pesar, pensando em tudo o que aqueles cacos coloridos significavam. dizia a si mesma, em tom de voz baixo e suave todas as lembranças que apareciam em sua mente. testou sozinha o método utilizado por sua terapeuta com as lembranças. pediu à sua fiel secretária e amiga que os destinasse mais uma vez ao cesto prateado. a secretária, uma pessoa bem simples, quase da mesma idade que ela, mas de uma sabedoria peculiar exclamou "não faça isso, vocie sentirá falta deles. vc é tão criativa, use os "vidrinhos" para outra coisa". então ela lembrou-se de um certo conselho e decidiu seguí-lo. levou alguns dias manipulando os fragmentos coloridos e percebeu que agora eles possuíam um brilho diferente. mais bonito e suave. ou, então sua maneira de enxergá-los modificou-se. agora ela passa alguns momentos do dia deliciando-se com as diferentes e belas imagens que aquele objeto reproduz. ela gosta muito do que vê.



Bright Eyes - "First Day of My Life"

This is the first day of my life
Swear I was born right in the doorway
I went out in the rain, suddenly everything changed
They're spreading blankets on the beach
Yours is the first face that I saw
I think I was blind before I met you
Now I don't know where I am, don't know where I've been
But I know where I want to go

And so I thought I'd let you know
That these things take forever, I especially am slow
But I realized that I need you
And I wondered if I could come home

Remember the time you drove all night
Just to meet me in the morning
And I thought it was strange, you said everything changed
You felt as if you'd just woke up

And you said, "This is the first day of my life.
I'm glad I didn't die before I met you.
But, now I don't care, I could go anywhere with you
And I'd probably be happy."

So if you wanna be with me
With these things there's no telling
We'll just have to wait and see
But I'd rather be working for a paycheck
Than waiting to win the lottery

Besides, maybe this time it's different
I mean I really think you like me

9 comentários:

Karen,
Anéim...
Anéim de novo...
É que foi surpresa ver esse post aqui.
Faz um tempo já, achei interessante o comentário de alguém aqui em seu blog, acho que é Ana Carla, depois eu olho, mas não esqueço da mensagem: faça um caleidoscópio.
Aquilo me inspirou e eu tirei meu violão do canto e fiz uma canção.
Na verdade, eu havia apenas começado, mas quando eu terminar, vou mostrar pra você e agora mais feliz ainda, porque você conseguiu fazer o seu!!
Olha só, que vida bonita a nossa.
Fazer cacos se transformarem em mágica!

Eu volto aqui. Um grande abraço, Flor!

11/09/2008 23:59  

Este comentário foi removido pelo autor.

11/09/2008 23:59  

Vim, li, gostei.
O comentário da Mi, como sempre, estrelado! Fazer dos cacos, magia...
Não há mais o que se dizer, não é?

Beijos e saudades.

12/09/2008 10:21  

Reinventar os objetos... Bela metáfora para a vida, não?

Beijos.

12/09/2008 10:23  

Karen,

Adorei o seu post. Há alguns dias atrás, escrevi sobre as minhas faces caleidoscópicas que vou registrando ao londo da minha caminhada.

Bom te conhecer! Linda a Valentina! E o nome é de guerreira linda!

Beijo Karinhoso,

12/09/2008 15:21  

De volta pro meu aconchego e não poderia deixar de visitar a queridíssima mãezona da Valentina..
E logo na entrada da casa vejo as luzes coloridas iluminando até os cantos mais improváveis...

Não me canso de admirar as belas lições que a pequenina te ensina a cada dia...

12/09/2008 15:22  

Karina,
Obrigada pela visita! Como dizia uma médica da uti, ela não poderia ter outro nome! rsss

Barbara,
Que saudades! Seus suspiros fazem falta. Sim, as luzes estão coloridas, ainda meio bagunçadas mas a bagunça registra formas muito bonitas.
Acho que a cada dia ela me ensinará algo, a ausência dela me ensina demais.

bjs

12/09/2008 15:29  

Karen!! vc fez o caleidoscópio!!!
nem sabe como fico feliz com isso!!

sabe, quando era criança ganhei um caleidóscópio que dava pra desmontar. Eu abria o fundinho e ficava observando aqueles pequenos caquinhos coloridos. Não me conformava deles conseguirem formar imagens tão maravilhosas. Abria e fechava, abria e fechava... achava que aquele simples objeto era mágico... guardava algum mistério! rs

Espero que vc se divirta com o seu caleidoscópio, tanto quanto eu me divertia com o meu.

beijos,

Maria Carla

15/09/2008 14:59  

ah, sblogonoff, também vou querer conhecer a música!!

beijos

15/09/2008 14:59  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial